Configurando a nota fiscal

Primeiro, acesse o menu Administração e clique na opção Configurações. Na tela inicial, de Dados da Empresa, todas as informações precisam estar preenchidas (exceto o de redes sociais, que são opcionais neste caso). O campo de inscrição estadual não deve conter hifens e nem pontos, somente os números, assim como no campo de telefone.

Em seguida, clique na aba NFe e preencha as informações solicitadas com os dados de sua empresa.

O Código de Tributação do Município e o Número Item de Serviço estarão disponíveis em outras notas fiscais já emitidas por sua empresa e o CNAE, que deve ser preenchido somente com números, pode ser encontrado no cadastro de pessoa jurídica da empresa e é o código que representa a atividade econômica da empresa. Depois de preencher tudo, não se esqueça de clicar no botão Salvar.

Logo abaixo dessas configurações, precisamos criar o RPS, que é o código de identificação desta nota fiscal. Basta clicar no botão e informar o número de série, que geralmente é o ano atual e, em Número Atual, escrever o número da próxima nota a ser gerada. Ou seja, se a sua empresa já gerou 78 notas no ano de 2017, a próxima nota será a 79 e é esse número que você deve colocar.

Emitindo notas

Agora que as configurações já foram feitas, você já consegue gerar a próxima nota fiscal! Existirão 3 caminhos para isso:

  1. Logo após a venda, onde aparecerá um botão para gerar a nota fiscal;
  2. Acessando as Movimentações Financeiras e clicando sobre a parcela, onde haverá um botão para gerar a nota;
  3. Acessando o menu Financeiro e clicando sobre Nota Fiscal Eletrônica (v2), você poderá clicar no botão  e filtrar a venda que você deseja acessar.

A partir destes caminhos, o procedimento é o mesmo. Depois de encontrar a venda desejada, você vai selecionar a(s) venda(s) que deseja para emitir a nota e clicar sobre o botão 'Gerar'. Uma nova janela será aberta em sua tela com as etapas que precisam ser preenchidas/conferidas para que a nota seja gerada.

Em Cabeçalho estarão as informações da empresa, que foram preenchidas no sistema, e você precisará apenas selecionar o número de série que foi cadastrado.

Em Tomador estarão os dados do cliente, de acordo com o que está preenchido no sistema. Neste passo, é importante que os dados do cliente estejam o mais completo possível para que não ocorra nenhum erro.

Em Serviços estarão os dados do serviço vendido referente à nota que está sendo gerada. E, finalmente, em Totais, estarão as especificações de impostos e descontos. Neste caso, o sistema não faz o preenchimento e nem o cálculo automático.

Depois de conferir essas 4 etapas, basta clicar em Gerar e o sistema já vai te mostrar o status desta nota. É necessário que você atualize cerca de 5 minutos após gerar a nota para conseguir realizar o download da nota ou você pode enviar a nota fiscal eletrônica para o email do cliente assim que terminar de gerar, para que ele tenha acesso.

Também em Nota Fiscal Eletrônica (v2) no menu Financeiro, você consegue visualizar as notas que já foram geradas e atualizar os status delas caso necessário. Para isso, basta clicar no botão 'Editar', encontrar a nota que você deseja visualizar e clicar no botão de edição em frente à nota e a mesma janela mostrada anteriormente será disponibilizada.


Simples, não é?! Verifique os valores e a disponibilidade para sua cidade e aproveite essa oportunidade de evitar o retrabalho assinando o serviço!

Encontrou sua resposta?